Brasil se afasta das experiências socialistas

Bolsonaro foi destaque das notícias do site conservador americano Breitbart News, link no final do artigo, que destacou a importância do presidente eleito e de seu partido no combate não só ao comunismo, mas como também no combate a sua versão light, o socialismo, cujas concepções deformadas de democracia baseadas na eliminação de qualquer tipo de oposição, corrupção e incompetência na gestão pública provocou e tem provocado severos danos aos povos latinos americanos, que somente a custa de muita pobreza e desorganização começaram a compreender a falsidade de ideologias totalitárias baseadas no populismo e na mentira que não são capazes de proporcionar desenvolvimento econômico e social sustentável, mas ainda pior, são capazes de destruir a estrutura cultural e social dos países para implantar uma visão de mundo deturpada que facilite seu projeto de poder ditatorial.

Os estragos no sistema educacional, por exemplo, foram muito grandes e prejudicaram uma larga parcela da juventude que talvez nunca se recupere, tal foi a forma alienada e deformada com que passaram a ver o mundo. Os governos socialistas do Brasil com seus programas sociais de redistribuição de renda e favorecimento de minorias aumentaram a dependência das pessoas em relação ao Estado, bem como desenvolveram conflitos que antes estavam controlados. Ao invés de abrir a economia, atrair investimentos e incentivar uma mentalidade empreendedora no campo dos negócios, incentivaram a dependência e acomodação com programas governamentais, como o bolsa família, que também ficou conhecido como bolsa voto. Ao invés de apoiar cotas sociais e fornecer melhor formação educacional para os mais pobres avançarem e conquistarem seu próprio espaço, independentemente da origem étnica e religiosa, prefiriram desenvolver as cotas raciais, jogando as pessoas umas contra as outras, favorecendo apenas as minorias e os que se identificam como negros, discriminando assim, todo o restante.

O Brasil é um país miscigenado e uma boa parte da população nem conhece suas origens. A grande maioria é de negros e mulatos, portanto, definir esse grupo como minoria é inconsistente. As pessoas aqui não vivem separadas por critérios de cor ou raça, dessa forma, esses programas do governo criados em grande parte com propósitos políticos e ideológicos para manipular as pessoas causaram mais problemas do que soluções, ao invés de inclusão social e união nacional.

O trabalho de reforma nacional será árduo, as instituições estão terrivelmente infiltradas com militantes esquerdistas, mas até agora as promessas de campanha do novo governo, inicialmente nomeando ministros segundo critérios técnicos, sem interferência de partidos políticos estão sendo cumpridas. A posse de Bolsonaro será em janeiro próximo, depois disso se espera um governo que cumpra com todas suas promessas e implante, principalmente, uma economia de mercado dinâmica e competitiva, que empregue milhões de pessoas, que valorize as famílias, respeite as religiões, a cultura, a diversidade étnica, a competência, a meritocracia e que realmente conduza o país na direção da união nacional e da prosperidade. Vamos ver o que vai acontecer.

Raimundo Oliveira

Cientista Social

https://www.breitbart.com/latin-america/2018/12/22/brazils-conservatives-turn-ambitions-towards-global-anti-socialist-alliance/

Sobre Oliveira

I'm a Social Scientist interested to study and provide analysis of global relevant issues. I'm bachelor in Social Sciences at Federal Fluminense University, and also earned Logistics degree from Paulista University and postgraduate in Business Management at INPG / Castelo Branco University, Brazil. For professional contact send an email to rrsoliveira@hotmail.com
Esse post foi publicado em Opinião, Política Nacional e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma réplica

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s